terça-feira, 11 de março de 2008

Essência


(Passion of Land - Robert Heindel)
.
.
.

ESSÊNCIA
(Clarrissa Yemisi – 31.07.2005)
.
Encarou-o com sede de vingança
ousou ver além do que a vista alcança
buscou, num átimo de clarividência
o fundamento,
a essência.
.
Como um guerreiro, empunhando a lança
quis rasgar a teia que o homem trança
entre mistério, razão e demência
ante o estarrecimento
da ciência.
.
E toda a filosofia, áurea herança?
Reduz-se, então, a simples nuança
da suprema sapiência
do aperfeiçoamento
da consciência.
.
Mas a tal resposta, incógnita, dança
e ri, irônica, da alma que cansa
ao constatar sua impotência
vil conhecimento,
vã resistência.
.
E então uma lágrima muda avança
à pálpebra inerte e o ser descansa
recolhido a dormência
do pensamento
da indecência.
.
.
.

.
.
.
.
Leia mais Clarrissa Yemisi em: Miolos de Pote.

3 comentários:

  1. Eita! Belíssimo também.
    Essa Poetisa é puro talento mesmo.

    Adorei a postagem, querido! ótima escolha.;) Beijussssss

    ResponderExcluir
  2. muito bom
    imagem e texto!

    ResponderExcluir
  3. Olá,

    Gostaria de fazer parceria com seu Blog
    Meu Blog se encontra no seguinte endereço

    Blog Sem Freios
    http://blogsemfreios.blogspot.com

    Blog novo, com uma excelente média de visita, e está vingando bastante :D

    Atenciosamente;
    Matheus Felipe

    ResponderExcluir