sexta-feira, 28 de setembro de 2007

Fugindo Numa Tela de Van Gogh


(Wheatfield Under a Cloudy Sky, 1890 Vincent Van Gogh)
.
.
.
FUGINDO NUMA TELA DE VAN GOGH
(André L. Soares – 31.10.05 – P. Velho/RO)
.
Cansado das vãs teorias,
busco a letargia
dos alienados felizes;
não quero saber da política
viro as costas ao feio
e à hipocrisia.
Entrego-me à incoerência,...
só vou ouvir os pássaros
e apreciar as orquídeas!

Chega de tantas mentiras,
da esperança perdida,
da pesada leitura;

fico à margem dos dias
da falsa engrenagem
das tristes notícias.
Cedo-me à ignorância,...
só vou ouvir os pássaros
e apreciar as orquídeas!

Farto das ideologias,
dos beijos de Judas,
das falas prolixas;
renego as tramas noturnas,
as turvas matizes
e as falácias da vida.
Rendo-me à intolerância,...
só vou ouvir os pássaros
e apreciar as orquídeas!
.
.
.

2 comentários:

  1. Os versos desse poema sempre me encantam. Como da primeira vez.
    Jamais canso de admirar sabe. É muito lindo!
    Beijussssssssss querido

    ResponderExcluir
  2. Oi! Queria te convidar pra participar da campanha "Meu blog tem qualidade". Passa lá no Arquivinho. Valeu! Beijos, Aninha

    ResponderExcluir