segunda-feira, 11 de setembro de 2006

Refúgio

.
.
.

REFÚGIO
(Rita Costa - 01.06.06 - Rio de Janeiro-RJ)
.
Ah!
Como é difícil
Ficar à margem
Se entre um verso
e outro.
Dou de encontro...
Com meus sonhos...

Ah!
Ao me encontrar...
Melhor me entendo
E como é dolorido voltar
Se os antigos esconderijos
Eram muito mais bonitos

Ah!
Como é difícil
Após ter ido tão fundo
Ver-me aqui encolhida
Nesse poema resumido.
.
.
.

5 comentários:

  1. 'cês são bons ^^''.

    ResponderExcluir
  2. Gostei muito deste poema Rita! Parabéns, menina, pena que não conhecia este espaço.
    Faz favor de atualizar, para comentar sempre.
    Beijos
    Anna

    ResponderExcluir
  3. Gostei muito!!! Posso disponibilizar o link no meu blog?
    Um abraço

    ResponderExcluir
  4. Um belo poema.. vocês possuem um nível poético muito interessante.. continuem escrevendo.. Abraços

    ResponderExcluir
  5. adorei....mto lindo....posso colocar no meu space?

    =)

    ResponderExcluir