sábado, 9 de setembro de 2006

Parte de Mim

.
.
.
PARTE DE MIM
(Rita Costa – 24.10.05 – Rio de Janeiro/RJ)

Há essa parte de mim
Que não é meio-tom
Essa parte que tem pressa
Que é mar embriagante
Que é fogo incandescente
Quando descortina a noite.
Que nela nada teme
Que dela se apodera
Devorando sentimentos
Com ferocidade nas palavras
Violando qualquer regra
De forma passional
Há essa parte de mim
Que é ser incontrolável
Que é alma incapturável.
.
.
.

2 comentários:

  1. RITA VC, É MARAVILHOSA, SUAS POESIAS, TEM UM QUÊ DE ALMA,
    AS LETRAS SÃO PROFUNDAS E DE
    RARO CONTEÚDO, PARABENS AMIGA
    EU ADOREI, SEREI TEU FÃ DAQUI
    PRA FRENTE... ABRAÇO DO AMIGO DIVINO!

    ResponderExcluir
  2. kátia12:48 PM

    Rita... esse é um dos meus poemas prediletos.

    Acho que tem algo a ver com a alma feminina universal... ou então, sem grandes pretensões, tem é a ver com a minha mesmo...

    é lindo esse poema. demais da conta.

    ResponderExcluir